quarta-feira, 17 de junho de 2015

Brasão da Família Sá

O sobrenome vem da palavra germânica Saal, que evoluiu para Saa e depois Sá, a palavra Saal significa "grande sala", mas em Portugal ganhou o sentido de "moradia ou alojamento", desta forma Sá é um sobrenome toponímico, no qual D. Paio Rodrigues adotou o nome de um lugar chamado Sá.
D. Paio Rodrigues de Sá viveu em Lafões no reinado do rei D. Dinis I de Portugal, seu filho João Afonso de Sá foi vassalo dos reis D. Afonso IV e D. Pedro I de Portugal, João Afonso de Sá foi senhor da Quinta de Sá, solar desta família em Guimarães.
João Afonso de Sá gerou Rodrigo Anes de Sá, este foi Embaixador de Portugal em Roma e alcaide do rei D. Pedro I de Portugal, foi senhor do Castelo de Gaia, que recebeu em troca da Quinta de Sá.
Rodrigo Anes de Sá foi o pai de João Rodrigues de Sá, também chamado de "o das Galés" por ter vencido as galés castelhanas que haviam cercado a cidade de Lisboa durante a Crise de 1383 a 1385, João Rodrigues de Sá também se destacou na batalha de Aljubarrota libertando Guimarães, ele foi alcaide-mor da cidade do Porto e após a batalha de Aljubarrota se tornou camareiro-mor do rei João I de Portugal. De João Rodrigues de Sá descendem os Condes de Penaguião.
O brasão da família é enxadrezado de prata e azul com cinco peças em faixa e seis em pala, o timbre é um búfalo xadrezado de prata e azul, armado de prata com uma argola de ouro nas ventas.

2 comentários: