quinta-feira, 4 de junho de 2015

Brasão da Família Mata

A família Mata portuguesa descende dos Guedes vindos da Galícia. O apelido teria sido usado em Portugal ainda no século XIV por um homem chamado D. Gomes Fernandes da Mata e seria ele o patriarca da família Mata da Vila da Sertã, porém teria sido Luís Gomes da Matta o patriarca do ramo nobre da família vindo da cidade de Loures, tais tem o nome grafado como Matta para diferenciá-los dos Mata de Sertã.
Luís Gomes da Matta descendia de cristãos-novos vindos de Castela, ele se estabeleceria na Quinta da Mata das Flores em Loures e teve sua nobreza justificada pelo rei D. Felipe II, que venderia para Luís Gomes da Matta Coronel o oficio do Correio-mor das Cartas do Mar, tal monopólio se manteria nas mãos da família Matta até o final do século XVIII, quando o correio passou novamente para a Coroa.
Após dois séculos no ofício do Correio-mor de Portugal, a família Matta foi recompensada com o Condado de Penafiel, no qual D. Manuel José da Maternidade da Mata de Sousa Coutinho recebeu o titulo de conde da rainha D. Maria I.
Acima os brasões das famílias Mata o primeiro pertence aos Mata de Sertã, em verde com cinco flores-de-lis de ouro, já o segundo pertence aos Matta do Correio-mor, de Loures, em ouro com três matas floridas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário