sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Brasão da Família Carneiro

O sobrenome Carneiro não tem uma origem definida, mas alguns acreditam que a alcunha surgiu no território do atual Portugal no século X, quando um cavaleiro francês da família Mouton chegou ao Condado Portucalense para ajudar na tomada dos territórios dominados pelos mouros.  Do sobrenome Mouton viria o apelido Carneiro, uma vez que mouton em francês significa "carneiro".
Outros dizem que a família Carneiro descende de Pedro Carneiro, senhor das terras de Valdevez, que viveu nos tempos do Conde D. Henrique. O sobrenome Carneiro seria toponímico e surgiu em Gestaçô, no atual concelho de Baião, onde havia uma região chamada Serra de Carneiro de onde foi tomado o nome.
Há quem diga também que a alcunha surgiu na Espanha, já sendo usado desde antes do século XII, porém o mais provável é que o sobrenome Carneiro tenha sido adotado por pessoas que estavam envolvidas na criação de carneiros, sejam pastores, produtores de lã ou até mesmo de queijo, também por habitantes de terras importantes na criação desses animais, já que sua carne e derivados eram muito apreciados na Idade Média.
O brasão da família Carneiro é em vermelho, com uma banda de azul perfilada de ouro e carregada de três flores-de-lis do mesmo metal, acompanhada de dois carneiros de prata armados de ouro.

3 comentários: